Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Domingo, 16 de Junho de 2024

Notícias/Mundo

DEPUTADA QUER PERMITIR QUE BRASILEIROS QUE VIVEM NO JAPÃO POSSAM PRESTAR O ENEM

A intenção é da Deputada Federal Rosana Valle que acaba de retornar de viagem oficial ao país asiático

DEPUTADA QUER PERMITIR QUE BRASILEIROS QUE VIVEM NO JAPÃO POSSAM PRESTAR O ENEM
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

TÓQUIO / JAPÃO Brasileiros vivendo no Japão poderão prestar o ENEM ? 

A deputada federal Rosana Valle (PL-SP), quer que brasileiros e seus filhos que vivem no Japão, tenham o direito de prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em território local. Essa é uma demanda antiga do Conselho de Cidadãos do Consulado Geral do Brasil em Hamamatsu. 

A medida possibilitaria a inclusão de brasileiros fora do País, ao ensino superior nacional, uma vez que a distância e o custo dificultam o retorno de jovens estudantes ao Brasil para fazerem a prova. 

Publicidade

Leia Também:

Atualmente, Hamamatsu, cidade costeira em Honshu, principal ilha do Japão, abriga mais de 10 mil brasileiros e cerca de 30 mil trabalhadores em toda a jurisdição de Shizuoka. 

Em agenda oficial na Terra do Sol Nascente, a deputada Rosana Valle, acolheu a solicitação do Consulado Geral e, agora, já de volta ao Brasil, vai encaminhar a demanda ao Ministério da Educação (MEC). A ideia é cobrar do governo federal a criação de ferramentas que permitam o acesso ao Enem em solo japonês. 

“Nosso objetivo é ampliar a relação entre os povos brasileiro e japonês e promover a cultura e os costumes típicos entre as nações. Isso inclui apoio educacional aos jovens brasileiros que têm interesse em ingressar no ensino superior no Brasil, mas que não têm como voltar ao País só para fazerem a prova, devido à distância, à logística complexa e ao custo”, explicou a parlamentar que relatou  como seria esse processo: “Defendemos que esses estudantes sejam submetidos ao Enem de uma forma digital, com todos os protocolos de segurança já utilizados no Brasil”. 

Durante a viagem ao Japão, na última semana, a parlamentar também tratou de outras demandas com autoridades locais e reiterou o compromisso de, junto à União, viabilizar demais projetos de interesse dos brasileiros que vivem no país asiático. 

Entre eles, a instalação de uma Casa Cultural Brasileira - unidade de apoio e de disseminação da cultura nacional em território japonês. A congressista visitou ainda o Canal Subterrâneo de Escoamento da Área Metropolitana, em Tóquio. 

Para a deputada, a estrutura pode servir de modelo para uma futura obra de drenagem na Baixada Santista, no estado de São Paulo, e até para outras regiões do país, dando fim a enchentes como a que vitimou 70 pessoas em São Sebastião no litoral paulista, e deixou um sem-número de feridos, desalojados e desabrigados, há pouco mais de um mês. 

A ideia é debater a viabilidade do projeto com o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas nos próximos dias. 

VISTOS: outra medida defendida por Rosana Valle, foi tratada com a deputada Obuchi Yuko, vice-presidente do grupo parlamentar Japão-Brasil. Na reunião, a autoridade japonesa se comprometeu com a flexibilização do visto de entrada para a 4ª geração de descendentes de japoneses (yonseis): 

“Cerca de 1 milhão de brasileiros enfrentam dificuldades na obtenção de visto de entrada no Japão. O fim da obrigatoriedade também é válido para japoneses que tentam acesso ao Brasil. Essa é uma pauta importante”, defendeu a congressista. 

Ainda em missão no Japão, Rosana teve na semana passada, audiência com a princesa imperial Kako, sobrinha do imperador japonês Naruhito e filha mais nova do príncipe herdeiro do Japão, Fumihito Akihito.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!