Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Quarta-feira, 12 de Junho de 2024

Notícias/Mundo

DEP. ROSANA VALLE PEDE URGÊNCIA AO GOVERNO PARA RESGATAR BRASILEIROS NO SUDÃO

Parlamentar registrou requerimento neste domingo, solicitando agilidade do Itamaraty

DEP. ROSANA VALLE PEDE URGÊNCIA AO GOVERNO PARA RESGATAR BRASILEIROS NO SUDÃO
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

SÃO PAULO, SP Guerra Sudão / Colaboração de Fiamini Comunicação / Fotos AFP / reprodução internet 

A deputada federal paulista,  Rosana Valle (PL-SP), quer a retirada com urgência e segurança, de 20 brasileiros que estão no Sudão, país africano em confronto armado há quase dez dias. 

O requerimento protocolado pela parlamentar neste domingo, dia 23 de abril, pede providências por parte do Ministério das Relações Exteriores, chefiado por Mauro Vieira. 

Publicidade

Leia Também:

O jogador de futebol Paulo Sérgio, um dos brasileiros presos em meio à guerra, usou as redes sociais nas últimas horas alertando o governo federal sobre a ajuda que o grupo de brasileiros pede há dias ao Itamaraty, mas sem sucesso:
 
“É um absurdo, é desumano o Brasil não dar atenção a esse pedido de socorro. São 20 brasileiros que estão em meio à guerra, correndo risco pessoal. Não é possível que ninguém das Relações Exteriores e do Itamaraty não esteja vendo urgência no assunto. O ideal seria eu não precisar protocolar documento pedindo algo que já deveria estar sendo feito pelo governo federal. É algo de excepcional urgência, tendo em vista a intensificação do conflito no território do Sudão”, reforça Rosana.
 
Preso no território africano onde defende a camisa do Al-Merreikh, o atacante Paulo Sérgio vem lançando mão das redes sociais para pedir ajuda ao Brasil. Em um dos conteúdos, o atleta chama membros do Itamaraty de “mentirosos e desorganizados.” O jogador ainda declara que hoje é o último dia para estrangeiros deixarem o país. 

O brasileiro está em meio ao confronto com um grupo que abarca mais nove pessoas – destas, quatro atletas. Na imagem do registro do atacante, é possível observar a evacuação de pessoas em diversos ônibus com a sigla das Nações Unidas.
 
De acordo com o jogador,  “o Itamaraty teria deixado uma funcionária da Embaixada Brasileira no Sudão, sem apoio para deixar o local. Ela estaria junto com ele buscando fugir do conflito armado. Isso é abandono. A guerra deflagrada no Sudão tem deixado um rastro de violência e de mortes. É público. Isso já seria o suficiente para a União se mexer e estender a mão aos brasileiros que precisam voltar para casa”. 
 
Confronto Armado: Desde que a guerra foi deflagrada no país africano, em 15 de abril, a capital Cartum tem sofrido intenso bombardeio, produzindo, em consequência, privação dos serviços de água e de energia elétrica, por exemplo, bem como forte odor de pólvora pelas ruas. Os moradores da cidade estão entrincheirados em suas casas, incluindo estrangeiros de várias partes do mundo, entre eles cerca de 20 brasileiros:
 
“De acordo com nossas apurações, muitos estrangeiros estão conseguindo sair do Sudão com o apoio de seus governos. Contudo, o governo brasileiro não consegue indicar um caminho para a evacuação do local. Espero que, o quanto antes e solidário ao nosso pedido urgente, o Ministério das Relações Exteriores tome as medidas necessárias para assegurar o direito de livre trânsito desses cidadãos, diante do grave quadro beligerante em que o Sudão se encontra”, concluiu a deputada do PL.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!