Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

Notícias/Ciência & Tecnologia

CONCESSÃO DO 5G É OFICIALIZADA EM CERIMÔNIA NO PALÁCIO DO PLANALTO

O potencial de transformação da internet 5G pode revolucionar indústria e a medicina brasileiras

CONCESSÃO DO 5G É OFICIALIZADA EM CERIMÔNIA NO PALÁCIO DO PLANALTO
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

BRASÍLIA GOVERNO FEDERAL 5G (com foto de Alan Santos/PR)

Ampliar a inclusão digital da população e ofertar uma internet móvel mais rápida e econômica estão entre as vantagens do 5G. Nesta terça-feira (7/12), em cerimônia no Palácio do Planalto, foi formalizada a concessão de uso das radiofrequências do 5G com a assinatura dos contratos pelas empresas vencedoras do leilão dessa tecnologia. “Até meados do ano que vem todas as capitais terão 5G. É um salto para a questão das comunicações no Brasil, bem como quando se fala em internet das coisas. Para o comércio, isso não tem preço, a diminuição de custos em muita coisa e o aumento da qualidade dos serviços. É o Brasil dando certo, é o Brasil onde os empresários acreditam, é o Brasil onde cada vez mais o povo lá de fora acredita na gente”, disse o Presidente Jair Bolsonaro ao discursar no evento.

Na cerimônia, representantes das dez empresas vencedoras do leilão formalizaram a assinatura do Termo de Autorização para Uso de Radiofrequências e o Termo para Exploração do Serviço de Telecomunicações após apresentarem as garantias de execução de compromissos nas modalidades caução em dinheiro, seguro-garantia ou carta de fiança bancária.

Publicidade

Leia Também:

Chegada do 5G: a tecnologia 5G deve chegar a todas as capitais brasileiras até julho de 2022. Para as cidades com mais de 500 mil habitantes, o prazo é até julho de 2025; para aquelas com mais de 200 mil, a quinta geração deve chegar até julho de 2026; em 2027 a tecnologia chega para os municípios com mais de 100 mil pessoas; e até 2029, todas as demais localidades no país.

O leilão: o leilão do 5G ocorreu no início de novembro e foi a maior oferta de radiofrequências da América Latina. Foram leiloadas quatro faixas de frequência e o valor movimentado foi de R$ 47,2 bilhões. O Governo Federal optou por realizar um leilão na modalidade não arrecadatório, ou seja, em que o total de recursos arrecadados não irão para os cofres públicos, serão destinados a compromissos incluídos pelo Governo para que as empresas levem conectividade ao território brasileiro.Do total de R$ 47,2 bilhões arrecadados, quase 90% serão investidos na ampliação da conectividade, levando inclusão digital e social para locais que até hoje dispõem de pouca ou nenhuma conexão.

Contrapartidas: as empresas vencedoras do leilão terão que cumprir uma série de compromissos para reduzir as desigualdades regionais em telecomunicações. Um dos compromissos é instalar tecnologia de quinta geração nas sedes dos 5.570 municípios brasileiros e mais 1.700 localidades como distritos, povoados ou comunidades.Também terão que ampliar a cobertura com padrão mínimo de 4G para 7.430 localidades e em cerca de 36 mil quilômetros de rodovias federais; e a criação da rede privativa de comunicação da Administração Pública Federal. Outro compromisso é implantar fibra óptica na Região Amazônica e a implantação do Programa Amazônia Integrada e Sustentável (PAIS).

Como será o 5G na prática: em telecomunicações, o 5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga. De acordo com o Ministério das Comunicações, o 5G trará mais velocidade para a internet móvel, vai proporcionar maior conectividade entre dispositivos com menor tempo de resposta, além de permitir que mais dispositivos acessem a rede ao mesmo tempo. A tecnologia tem potencial de transformação na indústria de telecomunicações e em diversas áreas como transportes e telemedicina. Com um tempo curto de transmissão de dados, o 5G permite o carregamento instantâneo de vídeos em altíssimas resoluções, o que colaborará, por exemplo, na realização de cirurgias remotas. A ideia é que o 5G habilite outras tecnologias, como a robótica, a inteligência artificial e ajude a reduzir custos, desperdícios e até mesmo evitar acidentes de trabalho. A tecnologia promete ser até 100 vezes mais rápida do que a atual.

 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!