Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Domingo, 16 de Junho de 2024

Notícias/Policial

UNIFOA EMITE NOTA PÚBLICA DIANTE DA REPERCUSSÃO NEGATIVA DO CASO DO MÉDICO ESTUPRADOR

Giovanni Quintella Bezerra de 32 anos fez medicina no Centro Universitário de Volta Redonda em 2017

UNIFOA EMITE NOTA PÚBLICA DIANTE DA REPERCUSSÃO NEGATIVA DO CASO DO MÉDICO ESTUPRADOR
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

MÉDICO ANESTESISTA Estuprador com fotos reprodução. 

Após ter a prisão decretada pela Delegada Bárbara Lomba, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher em São João de Meriti, e com as primeiras informações sendo tornadas públicas, aumentaram as manifestações  de repúdio e revolta em todo o Brasil. 

De acordo com o que foi apurado e já tornado público até agora , o Médico e Anestesista Giovanni Quintella Bezerra de 32, foi filmado cometendo abuso sexual, classificado como estupro, em uma mulher, durante o procedimento de cesariana. A Gestante estava dopada durante o nascimento do bebê. 

Publicidade

Leia Também:

Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante. O crime gerou revolta e protestos, não só no Rio de Janeiro, mas em todo o país. 

Uma das manifestações públicas repudiando o crime cometido pelo médico, foi do Centro Universitário de Volta Redonda (Unifoa), onde ele se formou em medicina em 2017.

“REPUDIAMOS veementemente a prática exercida por qualquer uma das pessoas que tenham feito ou façam parte do corpo social desta Instituição de Ensino, de qualquer ato que configure crime, a ser devidamente apurado e punido, de acordo com a legislação em vigor. Lamentamos profundamente a notícia do crime de estupro praticado contra uma grávida, durante a realização de uma cesariana no Hospital em São João de Meriti – RJ. E esperamos que todas as medidas cabíveis sejam tomadas pelas autoridades competentes e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro – CREMERJ.” Assina Unifoa. 

Giovanni Quintella Bezerra já teria trabalhado em, pelo menos, 10 hospitais públicos e privados nos últimos meses.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!