Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Sabado, 13 de Julho de 2024

Notícias/Nacional

STELLANTIS A FRENTE DO CLUSTER AUTOMOTIVO SULFLUMINENSE EM 2022

Itamar de Souza, diretor Industrial da Planta em Porto Real (RJ), é o novo presidente do comitê diretivo do Cluster

STELLANTIS A FRENTE DO CLUSTER AUTOMOTIVO SULFLUMINENSE EM 2022
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

PORTO REAL,RJ Mudanças no Cluster Automotivo

“O plano para 2022 se baseará nos pilares: Infraestrutura viária; Capacitação técnica; Monetização dos créditos de ICMS e Desenvolvimento de fornecedores locais” O Diretor Industrial da Planta Stellantis em Porto Real (RJ), Itamar de Souza, é o novo presidente do comitê diretivo do Cluster Automotivo Sul Fluminense, região considerada como o segundo maior Polo Industrial Automotivo do Brasil, devido ao número de empresas. Itamar de Souza se dedicará na criação de novas oportunidades a curto prazo, no desenvolvimento da continuidade das ações das comissões, ressaltando o contexto para o estado do Rio de Janeiro, além de fortalecer a imagem da Stellantis junto aos stakeholders regionais. Os principais desafios do Cluster para 2022 são cobrar e conseguir investimentos junto ao governo estadual para a área de infraestrutura rodoviária, que beneficiará a logística e transporte de colaboradores, e incentivar o desenvolvimento de competências. A expectativa é a criação do Polo Tecnológico em Resende (RJ), aliado ao apoio e participação do Cluster e universidades, para fomentar a aceleração de tecnologias e inovação na região. Pela primeira vez, a Stellantis está à frente do Cluster na presidência e se manterá à disposição do desenvolvimento da competitividade da região, trabalhando com parceiros regionais nas esferas pública e privada. O Cluster ainda conta com o apoio do sistema Firjan, que promove o desenvolvimento da indústria no Rio de Janeiro. “Nosso objetivo é contribuir fortemente para o desenvolvimento industrial da região Fluminense. Estamos em uma área rica de competências e é um desejo em comum ver o crescimento das empresas e, consequentemente, do próprio segmento. Buscaremos estratégias junto as entidades públicas e privadas e estamos empenhados em realizar uma gestão inovadora e diferenciada em 2022. É uma grande honra e responsabilidade assumir a presidência do Cluster em nome da Stellantis”, ressalta Itamar de Souza, Diretor Industrial da Planta Stellantis em Porto Real e presidente do comitê diretivo do Cluster Automotivo Sul Fluminense. Com mais de 20 anos de experiência na área industrial, Itamar de Souza ressalta que o plano de trabalho para este ano no comando do Cluster estará respaldo nos pilares: Infraestrutura viária; Capacitação técnica; Monetização dos créditos de ICMS e Desenvolvimento de fornecedores locais. No quesito de infraestrutura viária, a expectativa é concretizar as obras necessárias na região, como as de melhorias no abastecimento logístico, o que reduzirá a dependência da Via Dutra; nas rotas de transporte utilizadas pelos colaboradores, bem como melhorar a conexão entre os diversos polos industriais presentes no eixo Volta Redonda - Resende - Itatiaia.

Com relação a Capacitação técnica, o objetivo é trabalhar com as universidades e escolas próximas para buscar maior conexão com as necessidades industriais. Em Monetização dos créditos de ICMS, o trabalho é de longo prazo e essencial para o desenvolvimento da competitividade das empresas do estado. O último tópico se refere ao Desenvolvimento de fornecedores locais. A intenção é continuar o trabalho de fundo de desenvolvimento de competências, inovação e tecnologia dos pequenos fornecedores locais para a região industrial ficar cada vez mais fortalecida, gerando emprego e renda. A Stellantis integra o Cluster Automotivo Sul Fluminense junto a 22 empresas do segmento, como Nissan, Land Rover, Hyundai, Volkswagen e Michelin. A organização, criada em 2013, possui as seguintes comissões, que realizam atividades com os órgãos locais: Comissão de Boas Práticas; Comissão de Pessoas; Comissão de Infraestrutura (Telecomunicações, Energia); Comissão de Saúde e Segurança; Comissão de Rota 2030; Comissão de Desenvolvimento de Fornecedores; Comissão de Sustentabilidade; Comissão de Tributário; Comissão de Logística e Comissão de Indústria 4.0.

Publicidade

Leia Também:

Montadoras esperam ações positivas do governo e discutem o crescimento do setor: no Brasil, o setor automotivo é um dos mais importantes na composição da economia, com mais de seis mil empresas e cerca de 420 mil empregos gerados. O Sul do Estado do Rio, também assume grande importância no segmento com 160 empresas instaladas em Resende, Porto Real, Quatis e Itatiaia que formam as Agulhas Negras. A região que fica atras apenas do ABC Paulista, gera cerca de 10 mil empregos. Com a intenção de buscar mecanismos de incentivos e medidas concretas para reaquecer o setor, principalmente no pós pandemia, em recene reunião no coração do Executivo do Governo do Estado do Rio, representantes das montadoras, entre eles, Itamar de Souza, presidente da Stellantis, Adilson Dezoto, vice-presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO), Marco Saltini, relações institucionais da VWCO, Raquel Silva, relações institucionais da Stellantis, Fernando Florido, relações institucionais da Nissan, Roberto Mario Martini, relações governamentais da Jaguar Land Rover e Jonathas Goulart, da Firjan, evidenciaram a necessidade de serem ouvidos pelo governo. A intenção foi de o Governador Claudio Castro, ouvisse as principais demandas do setor. O grupo apresentou à Claudio Castro, um estudo com os impactos econômicos e o potencial de crescimento das montadoras. Entre as ações apontadas na reunião com o governador, estava a criação de um grupo de trabalho, dentro formado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Casa Civil, Fazenda e Meio Ambiente e Sustentabilidade. Esse grupo tem a incumbência de ouvir e entender as principais queixas e necessidades já consolidadas pelo Cluster Automotivo. Na reunião também ficou acertado que, já primeira quinzena de fevereiro, deverá haver resultados. “Queremos resolver, de forma objetiva e num curto prazo, questões tributárias e de infraestrutura do setor. O Rio de Janeiro não pode mais perder investidores.”, prometeu Cláudio Castro. O secretário de Desenvolvimento Econômico destacou a importância da indústria automotiva, não só para a região Sul Fluminense, mas para toda a economia do estado.

Comentários:

Veja também

SESC RJ
SESC RJ

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!