Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

Notícias/Saúde

PORTO REAL INVESTE EM PALESTRAS PARA PREVINIR DIABETES E OUTRAS DOENÇAS

Unidades de Saúde da Família são os locais escolhidos para alcançar um maior número de moradores

PORTO REAL INVESTE EM PALESTRAS PARA PREVINIR DIABETES E OUTRAS DOENÇAS
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Prefeitura de Porto Real, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem realizando palestras como forma de prevenção à doenças que podem ser combatidas também com informação. Uma das mais recentes foi realizada na sexta feira, (19), na Unidade de Saúde da Família no bairro de Fátima, e ministrada por profissionais da rede pública. Entre eles o médico João Guimarães e as enfermeiras Janaína Azenha e Bruna Mathildes, sob a coordenação de Renato Machado. O intuito foi de alertar para sintomas e tratamento da diabetes. A Subsecretária de Saúde, Verônica Machado, lembrou que o último dia 14 {novembro}, é a data destacada como o Dia Mundial de prevenção e combate ao Diabetes. “Até pelo destaque desta data, alguns eventos foram programados para acontecer nas unidades de saúde e alertar a população em relação à doença” destacou Verônica.

Informações: a Secretaria Municipal de Saúde, chama a atenção para que as pessoas se conscientizem que o Diabetes é uma doença perigosa que precisa ser diagnosticada e tratada rapidamente. A SMS informa que o diabetes é caracterizado pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina no organismo. Os profissionais de saúde explicam que existem o diabetes tipo 1 e o tipo 2, sendo a 1, resultante da destruição autoimune das células produtoras de insulina. O diagnóstico desse tipo de diabetes acontece geralmente na infância e a adolescência, mas pode acontecer em outras faixas etárias. No diabetes tipo 2, o pâncreas produz insulina, mas as células musculares e adiposas têm incapacidade de absorvê-la. Esse é o tipo mais comum em pessoas com 40 anos ou mais, que estejam acima do peso, que sejam sedentárias e que não têm hábitos saudáveis de alimentação, mas também pode ocorrer em jovens. A SMS alerta para que sejam observados no tratamento dos dois tipos mais comuns da doença: o ideal é que a glicose fique entre 70 e 100mg/dL.  A partir de 100mg/dL em jejum ou 140mg/dL duas horas após as refeições, considera-se hiperglicemia e, abaixo de 70mg/dL hipoglicemia. Se a glicose ficar alta demais por muito tempo, aumentam as possibilidades de complicações de curto e longo prazo.

Orientações: os portadores do Diabetes devem escolher alguma atividade física que lhes agrade e praticar regularmente, sob orientação médica e de um profissional de educação física. Também Na alimentação é importante ter a orientação de um nutricionista e usar o auxílio das tecnologias que têm ajudado no tratamento. Os aparelhos vão desde os glicosímetros (usados para medir a glicose no sangue) até bombas de infusão de insulina e sensores contínuos que monitoram a glicose. Sem tratamento adequado, podem surgir complicações, que prejudicam a visão e podem causar derrames e infartos. Como ainda não há cura, embora haja diversos estudos sobre a doença, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Real explica que ao perceber alguns sintomas do diabetes, como por exemplo: emagrecimento repentino, constante necessidade de urinar, sentimento de adocicado e secura na boca; sede e fome excessiva, entre outros, procure atendimento médico para diagnóstico rápido.

Publicidade

Leia Também:

O Prefeito de Porto Real, médico Cardiologista Alexandre Serfiotis, que também já foi Secretário de Saúde do município, destacou que ações como essa, são fundamentais para saúde da população. “A conscientização de cada um em fazer o melhor possível para prevenir doenças, e um dos caminhos mais eficientes na busca para uma boa saúde. Nesse caso de combate ao diabetes, a informação faz toda diferença e nós, enquanto poder público, temos essa incumbência de orientação. O outubro rosa e o novembro azul, por exemplo, devem ser constantes, porque é esclarecedor e conscientizador para a população. Eu parabenizo as nossas equipes das Unidades de Saúde da Família, pela dedicação e por todos os trabalhos que realizam, inclusive com papel fundamental prevenção às doenças” - finalizou o prefeito Serfiotis.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!