Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Domingo, 16 de Junho de 2024

Notícias/Educação

GOVERNO DO RIO LANÇA SAMBA DA CAMPANHA ‘OUVIU UM NÃO? RESPEITE A DECISÃO’ EM EVENTO NA PRAIA DE COPACABANA

Iniciativa realizada pela Secretaria da Mulher, em parceria com a Secretaria de Turismo, reforça ações para um Carnaval mais seguro para as mulheres

GOVERNO DO RIO LANÇA SAMBA DA CAMPANHA ‘OUVIU UM NÃO? RESPEITE A DECISÃO’ EM EVENTO NA PRAIA DE COPACABANA
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

RIO DE JANEIRO, RJ Governo do Estado lança segunda edição da Campanha “Ouviu NÃO? Respeite a Decisão”

Às vésperas do Carnaval, o Governo do Rio lançou, nesta quinta-feira (08/02), o samba da campanha “Ouviu um NÃO? Respeite a decisão”, contra o assédio nos dias de folia. Em uma roda de samba, na Praia de Copacabana, cartão de visitas da capital carioca, a marchinha foi apresentada ao público.  Sem errar o tom, a mensagem é clara: “Não pode puxar cabelo, fantasia ou confusão”.  Os personagens criados para a campanha da Secretaria da Mulher, o ‘Boy-lixo’ (emoji lixo) e o Cancelado (emoji X), também entraram na folia trazendo um alerta para a fantasia que não deve ser vestida no Carnaval: a do folião que assedia mulheres.    

“Vamos curtir o Carnaval da Sapucaí e dos blocos com respeito às mulheres. O Governo do Rio tem investido em políticas públicas e ações de conscientização e de combate à violência e ao assédio. Estamos trabalhando por um Carnaval sem qualquer tipo de constrangimento à mulher” destaca o governador Cláudio Castro.

Publicidade

Leia Também:

A segunda edição da campanha "Ouviu um NÃO? Respeite a decisão" vai marcar presença na Sapucaí, em blocos na Intendente Magalhães, que recebe desfiles de escolas de samba das séries Prata, Bronze e do Grupo B. A.  

“A campanha está direcionada aos homens, principalmente. Com uma mensagem educativa, porque assédio é crime. Queremos que eles sejam nossos aliados. Pode puxar papo. Mas cabelo, fantasia, ser agressivo, nem pensar. Este ano, cerca de 30 municípios aderiram à nossa campanha por meio de parcerias com prefeituras. Eu quero convidar a todos e todas para ouvirem a nossa mensagem do ‘Ouviu um NÃO? Respeite a decisão’. Essa é uma atitude de não violência apoiada e implementada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro” frisa a secretária de Estado da Mulher, Heloisa Aguiar.

Durante a roda de samba, turistas e cariocas que passeavam pela Praia de Copacabana aprovaram a iniciativa.  Moradora de Foz do Iguaçu, a estudante Mariana Souza Fengler, de 21 anos, que já foi vítima de assédio sexual, ressaltou a importância da mensagem de respeito às mulheres.

“Nós, mulheres, passamos diariamente por assédio. Até mesmo por andar na rua e ser mulher é uma coisa muito difícil porque você não sabe o que a espera. Já passei por outros carnavais que, quando eu disse “não”, não foi um não. E tive que passar por outras instâncias para procurar meu direito. Então acho muito importante e super apoio essa campanha” avalia.

Morador do Rio, o estudante Bernardo Costa Rodrigues dos Santos, de 20 anos, também acredita que a campanha ajuda na conscientização de cariocas e turistas sobre a importância de um Carnaval seguro para as mulheres.“É Carnaval e todo mundo está se divertindo, mas acho fundamental que essa brincadeira aconteça sem importunar ninguém. A pessoa não pode achar que o seu direito é maior que o do outro” ressalta.

De passagem pela cidade para curtir o Carnaval, a empresária mineira Maria Jocilei Barbosa, de 52 anos, reforçou que as mulheres devem ser respeitadas. “Acredito que eu não fui a primeira pessoa a passar por um assédio e não serei a única. Isso é uma cultura machista que a gente tem que lutar contra. E temos que batalhar por isso. Para que tenhamos toda a liberdade de vestir a roupa que quisermos, de falar “não” e sair com a roupa que quisermos.”

Além de informações sobre crimes como assédio e importunação, a campanha também informa às mulheres os canais de ajuda, como o aplicativo Rede Mulher, que pode ser baixado no celular gratuitamente, e o 190 RJ.

Estiveram presentes no lançamento do samba, a delegada Tatiana Queiroz, diretora das Delegacias de Atendimento à Mulher (Deams), a tenente-coronel Cláudia Moraes, coordenadora da Patrulha Maria da Penha, e representantes do Programa Empoderadas, do Governo do Rio, que é direcionado à autodefesa.

Ouça o Samba nesse Link:

 https://drive.google.com/file/d/1OmPDTErdXKVqPS32YNQ7B_iUgUa60YUb/view?usp=drive_link

 

 

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!