Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Domingo, 16 de Junho de 2024

Notícias/Brasília

DEP MARCELO QUEIROZ CONVOCA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE AS MORTES DE ANIMAIS EM PET SHOP NO RS

A intenção é debater sobre as medidas contra os responsáveis pelas mortes de cerca de 40 animas.

DEP MARCELO QUEIROZ CONVOCA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE AS MORTES DE ANIMAIS EM PET SHOP NO RS
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

BRASÍLIA-DF Marcelo Queiroz convoca audiência pública sobre as mortes de animais em pet shop no RS

Audiência Pública solicitada pelos deputados federais, Marcelo Queiroz e Delgado Matheus Laiola, vai debater sobre os animais que morreram em um Pet Shop no Rio Grande do Sul. 

A partir da Audiência, serão discutidas as medidas que podem ser tomadas contra a unidade Cobasi. 

Publicidade

Leia Também:

O trágico episódio, em que animais (principalmente cães e gatos) morreram afogados durante as enchentes em Porto Alegre (RS), provocou comoção nacional. 

A audiência pública está agendada para ocorrer na próxima terça-feira, dia 11 de junho, às 10h, no Plenário 2 do Congresso e será transmitida pela TV Câmara.

“Pelo menos 38 cães e gatos morreram em uma loja no bairro Praia de Belas. A unidade teria sido evacuada em 3 de maio por conta de um alagamento que atingiu o subsolo de um shopping. O país acompanhou aterrorizado as cenas de animais mortos boiando, abandonados de forma cruel por seus tutores. O episódio também é gravíssimo no que diz respeito à saúde pública, por conta da decomposição dos cadáveres”,  explicou o deputado Marcelo Queiroz. 

Deverão participar da Audiência Pública, as diretoras Jurídica do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, Ana Paula de Vasconcelos; e do Grupo de Resposta a Animais em Desastre, Carla Maria Sassi de Miranda. 

Também estão programadas as presenças de representantes da Cobasi; do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); da Secretaria Nacional do Consumidor; do Departamento de Proteção, Defesa e Direitos Animais, do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima; do Ministério Público do Rio Grande do Sul; e da Delegacia de Polícia de Proteção ao Meio Ambiente.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!