Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Notícias/Cultura

COLUNA PERSEVERANÇA - "Comportamento Humano e o Esforço para as Conquistas"

Coluna Perseverança Por Valério Marcelino Braga – Neurocirurgião

COLUNA PERSEVERANÇA -
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Coluna Perseverança : Por Valério Marcelino Braga – Neurocirurgião { "Comportamento Humano e o Esforço para as Conquistas" }

Como já comentamos aqui na coluna Perseverança em diversas oportunidades, o comportamento humano é influenciado por diversas áreas do cérebro. Por exemplo, o córtex pré-frontal desempenha um papel crucial no controle de impulsos e tomada de decisões, o hipotálamo está associado às respostas emocionais, enquanto o sistema límbico, incluindo a amígdala e o hipocampo, está relacionado às emoções e memória.

As emoções desempenham um papel significativo no processo de tomada de decisões, de forma que o córtex pré-frontal, que está envolvido no raciocínio e planejamento, interage com o sistema límbico, responsável pelas emoções. Sentimentos como medo, felicidade e ansiedade podem influenciar nossas escolhas, afetando nossas percepções e avaliações de situações, mas são essas respostas emocionais que podem fornecer pistas valiosas que nos ajudam na avaliação de riscos e recompensas, contribuindo assim para o processo de tomada de decisões. As experiências emocionais que vivemos na infância, seja em casa ou na escola, modelam os circuitos emocionais, tornando-nos mais ou menos aptos nos fundamentos da inteligência emocional. Isso significa que a infância e a adolescência são importantes fontes capazes de determinar os hábitos emocionais básicos que irão governar nossas vidas. Enquanto a inteligência emocional informa nosso potencial para aprendermos os fundamentos do autodomínio e afins, nossa competência emocional mostra o quanto desse potencial dominamos, de forma tal que ele se traduza em capacidades profissionais. A consciência das emoções é fator essencial para o desenvolvimento da inteligência de cada indivíduo.

Publicidade

Leia Também:

O fracasso e a vitória não são determinados por algum tipo de loteria genética, mas sim pela nossa memória armazenada, que aciona nosso sistema límbico, permitindo que possamos ter as melhores decisões e, consequentemente, ficar mais perto do acerto do que do erro. Em seu livro: Seja Útil:7 ferramentas para vida, o fisiculturista, ator e político: Arnold Schwarzenegger, mostra a partir da própria jornada, como reuniu as ferramentas que usou para realizar feitos extraordinários e se reinventar. Como ele mesmo diz: “ninguém virá salvá-lo – você só tem a si mesmo. A boa notícia é que isso é tudo de que você precisa.” Outra ótima colocação: “Se existe uma verdade inevitável no mundo é que nada substitui o esforço. Não existe atalho, truque nem pílula mágica que possa suprimir a necessidade de se empenhar muito para fazer bem seu trabalho, vencer um grande desafio ou realizar seus sonhos. As pessoas tentam poupar esforços e pular etapas desse processo assim que perceberam que o trabalho árduo é árduo mesmo. Com o tempo, elas ficam ou são deixadas para trás, porque trabalhar sem parar é a única coisa que funciona 100% das vezes para 100% das conquistas.”

Para os aficcionados por audiovisuais, podemos aprender muito sobre o esforço e o comportamento humano, com o longa-metragem: Homens de Honra. Baseado em fatos reais, o filme relata a vida de um jovem negro no início dos anos 40 de origem humilde que gosta muito de mergulhar e se alista na Marinha, para conseguir se tornar um mergulhador. Carl Brashear (Cuba Gooding) não deixa nada atrapalhar o seu caminho. Filho de um agricultor de Kentucky, Carl deixa a casa dos pais em busca de uma vida melhor. “Nunca desista… seja o melhor!”. Essas foram às palavras de despedida de seu pai, e Carl leva estas palavras dentro do coração. Ingressa na Marinha e deseja tornar-se mergulhador de elite da divisão de busca e resgates. Billy Sunday (Robert DeNiro) oficial da marinha e seu instrutor de treinamento, não quer saber de Carl e nem de suas ambições. Submete-o às piores provas de resistências na tentativa de fazê-lo fracassar e desistir. Com a convivência nasce um respeito mútuo que os levará a lutar juntos para defenderem a honra e protegerem suas vidas. Chegou à função de Mergulhador de Combate Chefe da Marinha dos EUA.

Carl foi o primeiro afro-americano a receber tal título. Desta forma, ficou bem demonstrado a interrelação entre o esforço e o comportamento humano, utilizando-se como ponte entre elas a inteligência emocional. Vejam que o Cérebro se Transforma, como comentamos na última coluna Perseverança, mas podemos modelar nosso comportamento, tornando-o fruto de nosso esforço em busca de um objetivo durante a nossa vida. Portanto, busque algo, sonhe, tenha um objetivo firme e siga em frente. Podemos tentar treinar nosso comportamento lendo diversos livros sobre inteligência emocional e afins, mas nada substitui o seu esforço e o seu trabalho, em busca de um grande objetivo. Minha dica para uma vida plena: SONHE ALTO e TRABALHE FIRME EM BUSCA de SEUS OBJETIVOS.  Valério Marcelino Braga Neurocirurgião

 

Comentários:

Veja também

SESC RJ
SESC RJ

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!