Revista Acontece Interior, Rio de Janeiro, Interior, Brasília, São Paulo

Sabado, 13 de Julho de 2024

Notícias/Rio de Janeiro

A ‘EMBAIXADORES DA ALEGRIA’ FAZ SEU 16º DESFILE MAIS ACESSÍVEL DO CARNAVAL CARIOCA NO DIA 17

A Embaixadores da Alegria já beneficiou mais de 18 mil pessoas com seus desfiles acessíveis, oficinas de carnaval, palestras, teatro e shows.

A ‘EMBAIXADORES DA ALEGRIA’ FAZ SEU 16º DESFILE MAIS ACESSÍVEL DO CARNAVAL CARIOCA NO DIA 17
Imagens
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Rio de Janeiro, RJ Desfile da "Embaixadores da Alegria" será dia 17 de fevereiro Com fotos de Gui Maia 

Se o quesito for inclusão, a nota é dez.  A Embaixadores da Alegria, primeira escola de samba do mundo voltada às pessoas com deficiência, faz o seu 16º desfile no Sábado das Campeãs, no próximo dia 17, com muita criatividade e leveza. Considerada mais do que uma escola de samba, uma escola vida, a Embaixadores da Alegria entra mais uma vez no terreiro sagrado do samba com as bênçãos da Liesa, que comemora 40 anos neste carnaval, e os apoios da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, da Riotur, da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e da Fecomércio.

A escola vai reviver, na Marquês de Sapucaí, o incrível desfile de 2018 com o enredo “Super-heróis da alegria”, que fala dos pais, responsáveis, pessoas que cuidam e trabalham para que seus filhos ou entes queridos com deficiência possam ter alegria de viver.

Publicidade

Leia Também:

“Observamos o quanto a presença dessas pessoas influencia na qualidade de vida da pessoa com deficiência, além da atmosfera cultura e educacional. É um estímulo muito importante”, explica o cofundador da associação Caio Leitão.

Em seus 17 anos de existência, a associação sem fins lucrativos já levou ao maior espetáculo da Terra mais de 18 mil pessoas com e sem deficiência, participando gratuitamente dos desfiles acessíveis. A proposta da Embaixadores da Alegria é utilizar a cultura, o samba, a arte e educação como instrumentos de inclusão social. Este ano, a escola levará para o sambódromo 1.200 componentes, sendo 280 na bateria, 01 casal de mestre-sala e porta-bandeira cadeirante e a eterna rainha de bateria com Síndrome de Down. E ainda tem dois casais de mestre-sala e porta-bandeira, em que cada casal tem pelo menos uma pessoa com deficiência.

 “A arte, a música e educação são ferramentas imprescindíveis para um mundo mais equânime. A Embaixadores da Alegria vem transformando o Carnaval do Rio no mais acessível do Brasil e do mundo. Somos referência em acessibilidade 360º, ou seja, não são somente às questões físicas-normativas de acessibilidade no desfile. É mais do que isso. São questões que envolvem a inclusão emocional, empatia, direitos humanos e alegria”, enfatiza Paul Davies, cofundador da associação.

É por isso que a Embaixadores da Folia é mais do que uma escola de samba, é uma escola de vida! E é, com toda essa força vital, que a escola abre o Desfile das Campeãs do Carnaval do Rio 2024, na Marquês de Sapucaí, no sábado 17 de fevereiro, às 19h. É a alegria indo além da Quarta-Feira de Cinzas.

Sobre o enredo: O enredo reeditado de 2018 faz a ponte entre o famoso personagem das histórias em quadrinhos, surgido nos Estados Unidos há quase 100 anos, e os super-heróis da vida real, do mundo contemporâneo, sejam eles heróis populares do esporte ou das artes, ou heróis da nossa vida cotidiana – pessoas que fazem o bem sem olhar a quem, que lutam pelo coletivo, que combatem as desigualdades e injustiças, que lutam pela inclusão e por direitos iguais a todo mundo. Heróis que podem ser famosos ou não na nossa sociedade, ou mesmo professores ou médicos, ou, simplesmente, serem os pais de uma criança portadora de deficiência, que lutam por um mundo mais inclusivo, em que seus filhos sejam aceitos e possam ser o que quiserem ser.

Sobre a Embaixadores da Alegria: A Embaixadores da Alegria é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 2006 pelos sócios cofundadores Paul Davies e Caio Leitão. A proposta é utilizar a cultura, o samba, a arte e educação como instrumentos de inclusão social para pessoas com e sem deficiência.

Ao longo da sua trajetória, a Embaixadores da Alegria já beneficiou mais de 18 mil pessoas com seus desfiles acessíveis, oficinas de carnaval, palestras, teatro e shows. Foram 15 desfiles consecutivos na Sapucaí com sambas exclusivos. Os componentes são foliões com e sem deficiência, pertencentes a instituições ligadas à causa. Hoje a associação dialoga com mais de 80 instituições, grupos e projetos no Brasil e no exterior.

 

Comentários:

Veja também

SESC RJ
SESC RJ

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!